Diogo Cunha presta contas ao Torcedor do Tourão

O dirigente reuniu abnegados e diretores do clube para apresentar as despesas com o elenco. O presidente João Luiz não compareceu

Por No Drible 10/04/2019 - 09:58 hs
Foto: Abdon Barbosa
Diogo Cunha presta contas ao Torcedor do Tourão
DIRETORIA DO TOURÃO

O Gestor financeiro do Araguaina Futebol e Regatas Diogo Cunha, apresentou  a quem de interesse as despesas e receitas que o clube obteve até o momento. A prestação de contas aconteceu no estádio Mirandão na noite desta terça feira. Alguns torcedores/colaboradores do clube se fizeram presentes. O presidente do Tourão, João Luiz de Carvalho não compareceu nem mandou representante.

Durante a apresentação da situação financeira do clube, Diogo Cunha afirmou que pretende da lisura a tudo que for doado e gasto com o Araguaina, segundo ele, por mais que seja pouco o que hoje recebe se comparando ao que precisa para se manter o time na elite do futebol, é preciso que todos conheçam a realidade. só entre FTF e CBF, o clube desembolsou mais de 30 mil reais


"Sou muito grato aos que estão nos ajudando, o Campelo, a Neusa Tur e a alguns outros colaboradores do Araguaina. Jamais pensei que a coisa fosse está assim. Gostaria que a diretoria do clube (diretores, conselheiros, presidente) estivesse aqui hoje para vê que nosso trabalho é sério, e que queremos o melhor para o Araguaina", disse Diogo.


Além de Diogo Cunha, apenas Carlos André e o Treinador Paulinho Ceará ligados diretamente com o clube se fizeram presentes, os demais foram torcedores e empresários que estão de alguma maneira ajudando o clube.

"Em 36 anos de futebol, nunca trabalhei em um clube sem ser recebido ou apresentado ao presidente. Desde que cheguei aqui e comecei a trabalhar não tive a alegria de saber quem é o presidente do Araguaína", frisou o técnico Paulinho Ceará, que está  na cidade de mais de 15 dias.

O Tourão do Norte hoje conta com um elenco de 22 jogadores, a maioria deles estão alojados no estádio Mirandão onde fazem três refeições diárias. O time estreou na competição estadual sem sequer se apresentar oficialmente ao torcedor por falta de uniformes. Sobre a estreia no Tocantinense, o dirigente disse saber da punição que poderá sofre além da perda de 3 pontos,  mas garantiu que já está preparando a defesa do clube. O Araguaina que entrou em campo em Paraíso na abertura do campeonato com apenas 4 jogadores regularizados, aguarda julgamento.